domingo, 31 de outubro de 2010

Brasil, meu Brasil brasileiro – 2º turno

urna-eletronica-mao-407 Não importa o resultado do segundo turno. O que importa é o direito do povo e somente do povo escolher nas urnas o seu, ou melhor o nosso novo Presidente(a) para os próximos quatro anos.

Independente de quem ganhar esta eleição, o escolhido será validado por milhões de brasileiros pelo voto direto. Iremos colher nossos frutos e pagar pelas consequências da nossa escolha, mas é importante frisar mais uma vez, NÓS DECIDIMOS!

Acredito em nossas lideranças civis, empresariais e religiosas. Acredito que iremos amadurecer e aprender para juntos também fazermos um limpeza e uma reorganização nas lideranças dos poderes legislativo e executivo. Acredito que o que todos os brasileiros querem é ver o seu dinheiro pago em impostos em tudo no Brasil ser aplicado em serviços de qualidade para o povo e não para ser usado em sua quase totalidade para financiar folha de pagamento e benefícios especiais e incompreensíveis para servidores públicos.bandeira

O que todos nós brasileiros queremos é menos gatunagem, corrupção e cara de pau das pessoas que nos representam no  governo. Ao novo presidente, desejamos sorte e disposição para trabalhar e coragem e força para mudar e implantar o que for necessário para o bem das pessoas deste pais maravilhoso.

Precisamos do básico, educação, saúde e liberdade de expressão e de ir e vir. Precisamos de menos impostos para podermos trabalhar muito, ganhar nosso dinheiro e contribuir para o crescimento do Brasil. Não nos incomodamos em pagar impostos, o que nos incomoda é ver o dinheiro dos impostos irresponsável e torrencialmente desperdiçado pelos homens e mulheres dos poderes legislativo e executivo que deveriam nos representar e nos prestar seu serviço.

chega_de_imposto-3699Um pais deste tamanho não pode viver em função dos gastos de uma elite que se acha especial e que pode meter a mão no nosso bolso o tempo todo.

CHEGA DE TANTO IMPOSTO, esta é a nova campanha que temos que iniciar HOJE, independente de quem será o novo Presidente do Brasil.